quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

É de manhã que começa o dia...

Uma das coisas que me parece fundamental para uma vida mais saudável é, sem dúvida, um bom pequeno-almoço.
Cá em casa, nunca se prescindiu desta refeição, contudo, as opções nem sempre foram as mais acertadas.
O comodismo e os maus hábitos, por vezes, levam-nos a cometer alguns erros...
Foi pensando na saúde cá de casa, sobretudo na dos mais pequenos, que comecei a levar mais a sério esta questão.
Actualmente, o leite e os iogurtes deixaram de se fazer acompanhar pelos tão adorados "cereais" e passaram a andar de mãos dadas com umas deliciosas torradas, uns bons ovos mexidos (sim, sim, são uma delícia logo pela manhã) e um sumo ou fruta fresca. E para mim... um chá e uma boa taça de papas de aveia, cheia de coisas boas!
Esta mudança tem resultado bastante bem, melhor até do eu poderia imaginar mas, no entanto, o que é que isto implica? 
Implica ter de me levantar mais cedo, implica organizar-me de outro modo, deixar para trás o mais rápido e o mais fácil e optar por perder mais uns minutos na cozinha.
Mas os fins justificam os meios, verdade?
E, como é bom bom vê-los super entusiasmados a comer o seu pequeno-almoço "...faz de conta que estamos num hotel...".
Estas mudanças já começaram a dar frutos (não no meu peso extra que me adora e não me larga nem por nada) mas no meu bem estar e sobretudo no deles, além disso,  ouvir o meu filho mais velho dizer: "- Mãe agora vou ser saudável, os teus pequenos almoços inspiraram-me", é ouro sobre azul!...

2 comentários:

Patricia Gil disse...

Tão bom!!!! Os bons hábitos alimentares devem mesmo começar bem cedo na vida, para ser algo natural e não imposto ou forçado! Belo exemplo!!!

Edien Mar disse...

Concordo Patrícia, mas sabes que com o mais velho (12 anos) já não está a ser tão fácil... o melhor mesmo é começar mais cedo. Mas eu não desisto, com o tempo chego lá! Beijinho